Cozinha 2.0

junho 6, 2008

Para os amantes e entusiastas (praticantes ou não) da culinária, uma seleção de sites 2.0 bem interessantes onde as principais tags são “cozinha” e “receitas”.

Comunidades, redes sociais, sites de busca (por ingredientes, tipo de cozinha, humor…), sites de compartilhamento, enfim, sites bacanas fazem parte dessa pequena, porém seleta, lista:

Visitem todos, façam suas análises, são ótimos benchmarks. Inspirem-se para o final de semana!

Quer mashups?

março 26, 2008

Se você está procurando por mashups – para conhecer, ter idéias, usar, etc. – um bom site é o ProgrammableWeb (http://www.programmableweb.com/). Nele, diversos recursos interativos voltados ao uso de mapas, fotos, buscas, vídeos, etc.

O projeto está bem no início, mas está aí uma idéia muito bacana para conhecermos novos livros e autores (e por quê não, pessoas com as mesmas afinidades literárias que você?). Achei interessante a proposta da 22books (http://www.22books.com), resta-nos participar e ver se vai vingar; você se cadastra e cria sua própria lista de “livros favoritos”, ou encontra no site uma série de listas já montadas por outros usuários.

Não existem muitas listas publicadas, mas potencial para virar uma “ferramenta mix” de mecanismo de busca, rede social e recomendação de usuários, ah, isso já tem. Já existem listas de “livros que mudaram minha vida” a “os melhores livros de webdesign”. Bom, vale a pena conhecer (uma versão tupiniquim seria bem legal heim?)

Clique aqui e acesse a lista que eu montei, das minhas recomendações.

“Algumas coisas se vendem melhor em movimento”, é o que diz o SuperTube (http://www.supertube.com.br), site brasileiro lançado em novembro, que está em versão beta.

Trata-se de uma comunidade de classificados online de serviços e produtos, que propõe mais interatividade entre vendedores e compradores. Mistura comércio eletrônico com vídeos, resultando em uma vitrine para exibir os produtos, que se auto-intitula “A maior comunidade de compra e venda em vídeo do mundo”.

Permite que os anunciantes postem até sete vídeos, para divulgar seu produto, gratuitamente, de acordo com seu perfil: pessoa física ou jurídica.

Está dividido em quatro comunidades de negócio principais: ImóvelTube, MotorTube, TechTube e FashionTube, mas há comunidades como Animais, Brinquedos, Cultura, Decoração, Empregos, Gastronomia, Música, Saúde, Serviços em geral, e muitas outras. Você encontra comunidades de acordo com seu negócio.

A idéia é que o anunciante produza seus próprios comerciais para que o consumidor saiba o que está comprando, podendo ter a real noção do que é o produto ou serviço que adquire.

As fontes de receita do site são três: venda de pacote de serviços, patrocínio e venda de ferramentas de software para outras empresas.

Vale a pena conferir.

Uma prática muito comum dos planejadores e arquitetos de informação é o famoso “benchmark“. Aquela etapa do processo em que saímos em busca das melhores práticas, condensamos análises, captamos idéias de ferramentas e serviços, investigamos a concorrência, enfim, debugamos sites.

Encontrei uma ferramenta que pode ser muito útil na análise e distribuição dessa análise, o Fleck (http://fleck.com); na home do serviço você encontra alguns exemplos; é possível baixar plugins da ferramenta para os principais browsers.

Em resumo, o Fleck disponibiliza um espelho do site em análise (aquele que você indicar na caixa “Fleck the Web” na homepage), num endereço específico, e libera uma barra de ferramentas (que é carregada no rodapé). Entre as funcionalidades dessa barra, está a possibilidade de adicionar post-its para comentários, e distribuir essa análise num endereço (que pode ser público ou não – o que pode ser muito útil em projetos). Vale uma visita.

Para visualizar um exemplo que montei, com comentários do iblog, clique aqui (os bullets contendo números, escondem os comentários, basta clicar para ler).

Imagine um site que identifica a cidade onde você está, verifica se é dia ou noite, analisa as condições do tempo e temperatura baseado em 4 feeds originados de serviços destintos (Weather Underground, The Weather Channel, WeatherBug e AccuWeather), e baseado nessas informações sugere o que você pode comprar para vestir e se dar bem. Esse é o cumul.us (http://www.cumul.us), uma experiência 2.0 no mínimo curiosa.

Ao acessar a página principal, um box no lado esquerdo indica as condições de tempo e temperatura na cidade onde você está nesse momento; é possível alterar o dia pela noite, a data – dá pra saber o que usar amanhã ou daqui uma semana – além da cidade – uma boa se você for viajar.

Baseado nessas informações, o box do lado direito apresenta 3 sugestões de compra de roupas e acessórios; eu me registrei agora pela manhã, as condições – e previsões – do tempo aqui em São Paulo não são as melhores, e não é que o site me sugeriu a compra de um guarda-chuva!

Um site estiloso, ótimo benchmark – não conheço nada parecido por aqui. Boa diversão!

Snooth: vinho 2.0

dezembro 7, 2007

A partir de hoje, pretendo publicar na medida do possível, post-releases sobre alguma curiosa ferramenta 2.0, e para inaugurar a seção, vou falar do simpático Snooth (http://www.snooth.com/), um mix de mecanismo de busca, comunidade e loja virtual de vinhos – isso mesmo, o tema do site é bendito néctar dos deuses…

O Snooth tem uma interface simples, fácil de usar, sem muitos segredos, e bem intuitiva; logo na página principal, um box em destaque da início à “caçada”. Se você precisa de alguma dica de nome de vinho – ou região – para pesquisar, clique em “can I see some examples?” – um simpático balãozinho pula na tela com algumas sugestões.

Pesquisei por Napa, região vinícula da Califórnia, e o resultado da busca é o mais legal; do lado esquerdo, filtros dinâmicos para o resultado que encontra-se do lado direito. Arraste a barrinha de filtro para preços e safras, que o resultado é automaticamente atualizado. Também é possível aplicar filtros por varidade, região e tags.

O grid de resultados é bem completo, informativo… apresenta uma ficha do produto encontrado, conta com um ranking, disponibiliza o preço e já faz o link para a loja virtual. Galera, achei por lá até o “famoso” Sangue de Boi.

O recurso “friends” é a comunidade; por lá, os fãs da bebida ganham um profile e se relacionam com outros apreciadores espalhados pelo mundo. Vale uma visita… um brinde.