O projeto está bem no início, mas está aí uma idéia muito bacana para conhecermos novos livros e autores (e por quê não, pessoas com as mesmas afinidades literárias que você?). Achei interessante a proposta da 22books (http://www.22books.com), resta-nos participar e ver se vai vingar; você se cadastra e cria sua própria lista de “livros favoritos”, ou encontra no site uma série de listas já montadas por outros usuários.

Não existem muitas listas publicadas, mas potencial para virar uma “ferramenta mix” de mecanismo de busca, rede social e recomendação de usuários, ah, isso já tem. Já existem listas de “livros que mudaram minha vida” a “os melhores livros de webdesign”. Bom, vale a pena conhecer (uma versão tupiniquim seria bem legal heim?)

Clique aqui e acesse a lista que eu montei, das minhas recomendações.

Snooth: vinho 2.0

dezembro 7, 2007

A partir de hoje, pretendo publicar na medida do possível, post-releases sobre alguma curiosa ferramenta 2.0, e para inaugurar a seção, vou falar do simpático Snooth (http://www.snooth.com/), um mix de mecanismo de busca, comunidade e loja virtual de vinhos – isso mesmo, o tema do site é bendito néctar dos deuses…

O Snooth tem uma interface simples, fácil de usar, sem muitos segredos, e bem intuitiva; logo na página principal, um box em destaque da início à “caçada”. Se você precisa de alguma dica de nome de vinho – ou região – para pesquisar, clique em “can I see some examples?” – um simpático balãozinho pula na tela com algumas sugestões.

Pesquisei por Napa, região vinícula da Califórnia, e o resultado da busca é o mais legal; do lado esquerdo, filtros dinâmicos para o resultado que encontra-se do lado direito. Arraste a barrinha de filtro para preços e safras, que o resultado é automaticamente atualizado. Também é possível aplicar filtros por varidade, região e tags.

O grid de resultados é bem completo, informativo… apresenta uma ficha do produto encontrado, conta com um ranking, disponibiliza o preço e já faz o link para a loja virtual. Galera, achei por lá até o “famoso” Sangue de Boi.

O recurso “friends” é a comunidade; por lá, os fãs da bebida ganham um profile e se relacionam com outros apreciadores espalhados pelo mundo. Vale uma visita… um brinde.