Vocês lembram de uma aula, uns meses atrás, quando em um dos exercícios os integrantes do grupo de São Paulo (i-Group) apresentaram o projeto do iPizza? Não é que a brincadeira já existe? Não é o mesmo formato, mas é algo bem parecido.

O Ricardo Negreiros, do grupo de estudos de São Paulo (i-Group) indicou um artigo publicado no iMasters, de autoria de Alexandre Formagio, que segue reproduzido abaixo:

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Domino´s e a pizza gerada pela internet. Isto sim é Web 2.0

Sexta-feira à noite. Bate aquela vontade de pedir uma pizza. Você está frente do computador. O que fazer? Entra no site da Domino´s Pizza e faça um pedido oras… Mas claro se você morar fora do Brasil neste caso!

Ao entrar no site da Domino´s, você se depara com esta interface:  

Você se depara com uma pizza enorme te incentivando a comprar e receber rapidamente. Além da facilidade, não há quem resista a uma bela pizza desta. Bela estratégia de marketing fotográfico.

E o melhor é que o site é extremamente focado, sem sessões “enchendo lingüiça”, ou seja, saiba aonde estamos e compre.

Mas esta é a primeira parte da história. Após escolher a pizzaria mais próxima de sua residência, você “configura” sua pizza:

 

Ou seja, você escolhe o tamanho, borda, quais os produtos que compõem a pizza e inclusive a quantidade dos produtos. Ou seja, se você gosta de bastante queijo, manda ver!

E depois de “formatá-la”, basta fechar o pedido e aguardar 30 minutos. Se não chegar, sua pizza sai de graça!

O mais legal é que a Domino´s enxergou algo super interessante. Bons toques de usabilidade!
Lembrando, eu não tenho nenhuma relação com a Domino´s. Mas acho que vale também o elogio a boas praticas.

Grande abraço!

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Leia aqui o original

Anúncios